resenha regretting you colleen hoover
Resenhas

[RESENHA] Regretting You – Colleen Hoover

A resenha de hoje é sobre Regretting You, o último lançamento da autora Colleen Hoover — que aprendi a amar muito nesses últimos meses —, mas o livro se encontra disponível somente em inglês, ainda sem data prevista para lançamento no Brasil.

Eu li pelo Kindle Unlimited, aquela assinatura mensal que dá acesso a milhares de livros na Amazon. Regretting You foi também o terceiro livro da autora que me aventurei em ler, porque para quem não sabe, li primeiro Verity e, ainda impactada com a leitura, segui com É Assim Que Acaba, que com certeza foi uma das melhores leituras do ano até agora.

Agora chega de enrolar! Vamos para a parte que interessa: vale a pena ler Regretting You? 🙂

Capa do livro “Regretting You”, da autora Colleen Hoover. Compre aqui.
  • Livro: Regretting You
  • Ano: 2019
  • Páginas: 363
  • Editora: Montlake
  • Nota: 08/10 🌟

Sinopse: Morgan está determinada a prevenir que sua filha, Clara, cometa os mesmos erros que ela. Depois de engravidar e se casar cedo, Morgan pausou seus planos. Clara não quer seguir os passos da mãe. A mãe mãe previsível que não tem um osso espontâneo no corpo. No entanto, um acidente trágico faz com que a estrutura familiar se abale. Ressentimentos, segredos e mal-entendidos fazem com que mãe e filha se afastam ainda mais. Até o ponto de estarem tão distantes que pode ser impossível que elas voltem a se aproximar novamente.

O drama familiar de Regretting You

Já conhecendo um pouco mais da escrita e dos dramas da autora Colleen Hoover, me interessei de imediato pelo livro que trata da relação de mãe e filha. Apesar da nota destoante as outras resenhas que já trouxe aqui, vale a pena sim ler Regretting You. E vou explicar todos os motivos para não ter dado nota 10, óbvio.

Logo no início conhecemos Morgan, que ainda era um adolescente, no dia em que descobriu estar grávida. Este início, além da escrita em primeira pessoa, me fez ficar super curiosa. Comecei a pensar em como seria a Morgan 16 anos mais velha, com a filha adolescente. Estaria ainda com o namorado, Chris, pai de Clara? 

Cara leitora, todas essas dúvidas são respondidas quando continuamos a leitura. E complemento que fica cada vez mais difícil deixar o livro de lado para fazer coisas importantes, como se alimentar e ir ao banheiro. 🙂

Tudo parece normal na família Grant. Morgan parece ter um marido que a ama muito, uma irmã companheira e uma filha adolescente que é um pouco rebelde, mas nada impressionante. No entanto, tudo muda quando acontece um acidente trágico com o marido de Morgan. 

A partir daí, vários mistérios começam a ser jogados no ar em Regretting You.

Você é uma sacrificadora. Eu não sei se essa palavra é real, mas é isso que você é. Você faz coisas que não deseja fazer para melhorar a vida das pessoas ao seu redor. Tipo ser a motorista da rodada. Isso não te faz chata. Isso te faz uma heroína.”

É difícil ser mulher e não simpatizar com Morgan. Ela é uma daquelas mulheres que faz tudo para ver o sorriso no rosto das pessoas que ama. E é por isso mesmo que, em alguns momentos, tive vontade de abraçá-la e guardá-la num potinho. Sério, parece que pessoas boas só se ferram! Argh.

Embora Clara tenha me irritado inúmeras vezes, compreendi que ser adolescente e ter uma mãe como Morgan pode ser frustrante. Afinal, a relação entre as duas sempre foi frágil, mesmo com Morgan presente em todos os momentos da vida da filha. A verdade é que ser adolescente é difícil pra caramba, né? Ainda mais quando tanta coisa ruim acontece ao nosso redor.

Isso significa que as pessoas que cometem erros normalmente aprendem através deles. Isso não as faz hipócritas. Isso as faz experientes.”

O dono do meu coração e de todas as citações até agora é o Jonah. Ele é amigo de longa data de Morgan e pai do sobrinho dela. Adorei conhecer o personagem e sua dedicação como pai e amigo. Uma pessoa extraordinária! <3 

Em Regretting You tem romance, muuuuuito drama familiar e até um pouco de suspense. É um daqueles livros que a gente lê com fome, ansiando sempre por mais. E o melhor: tem um final de aquecer o coração. 

O que não gostei, embora outras pessoas possam discordar, foi de um ponto bem específico. Logo quando a história estava ganhando força, Morgan encontrou algo que parecia ser bem relevante para o desenvolvimento do livro. Sério, eu li a cena e pensei: putz, vem coisa boa por aí. E sabe o que aconteceu? Nada. Colleen Hoover fez a egípcia para o fato o livro inteiro, e no final descartou…

Preciso dizer que não gostei nada disso. Me incomodou bastante e fez com que a experiência não tenha sido incrível. Li outras resenhas no Skoob que apontaram isso também. Mas não é para desencorajar, tá? O livro ainda é incrível e a história super bonita.

Às vezes você precisa se afastar de uma luta para vencê-la.”

Uma observação importante é que todas as citações do livro foram traduzidas por mim, já que ainda não temos uma versão em português.

E aí, você já leu Regretting You? Está ansiosa para o lançamento no Brasil? Me conta nos comentários! 😀

5 1 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
4 Comments
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Victor Broering Da Silva
Victor Broering Da Silva
5 months ago

Gostei muito da resenha, ficou bem completa

Pâmela Almeida
1 month ago

Você poderia fazer uma resenha no livro A menina mais fria de Coldtown de Holly Black ❗ Obrgd

4
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x