aves de rapina
Textos

Aves de Rapina: machismo, misoginia e sororidade

Aves de Rapina é o novo filme de super-herói (neste caso, de vilãs) da DC. Estreou dia 6 de fevereiro, e desde então está dando o que falar. Infelizmente, não pelos motivos certos. 

Diferente de Coringa (2019), Aves de Rapina não tem aquela ambientação sombria e diálogos de arrepiar. A namorada de Coringa, a engraçada e extrovertida Arlequina, dá um tom leve e divertido ao filme. E esse foi um ponto positivo pra caramba.

Sinopse: Depois de se aventurar com o Coringa, Arlequina se junta a Canário Negro, Caçadora e Renee Montoya para salvar a vida de uma garotinha do criminoso Máscara Negra em Gotham City.”

Bom, eu fui assistir ao filme sem nem ao menos ver o trailer. Não sabia do que se tratava, mas imaginava que a pegada seria parecida com Esquadrão Suicida (2016) — inclusive, nenhum pouco memorável pra mim —, e como estava na boca do povo, decidi ir ao cinema e tirar as minhas próprias conclusões.

Se você está neste texto esperando uma análise crítica sobre o filme, pode dando meia volta. Não sou especialista e muito menos cinéfila, sou apenas uma mulher que adora dar opinião sobre tudo. Ah! Tem spoiler. Leia por sua conta e risco.

Aves de Rapina: Arlequina e sua emancipação fantabulosa

Um ponto que chamou muito a minha atenção no título do filme foi a “emancipação”. E logo no início, Arlequina explica ao telespectador o porquê: ela nunca foi independente. Desde que conheceu o Coringa, ela se transformou em uma mulher submissa, dependente da proteção e da aprovação do namorado. Eles viviam em um relacionamento abusivo e nada saudável.

Após o término, ela não sabe o que fazer da vida. Afinal, seus últimos anos foram resumidos em fazer tudo o que Coringa mandasse. Ela não tinha uma vida própria, não exercia a sua liberdade. Então, ela precisa aprender a viver sozinha e ir em busca dos seus objetivos. 

E aí entra outro ponto muito importante: Arlequina não tem amigos. Na verdade, ela é odiada por quase todas as pessoas de Gotham City. Por isso, a primeira jornada que podemos identificar no filme é a busca dela por pessoas em que possa confiar e a ajudem a superar o “luto” do fim de relacionamento com o Coringa. 

Sim, luto após fim de relacionamento é possível. Leia mais na minha reflexão sobre amizades.

É assim que ela conhece as outras mulheres, as Aves de Rapina. 

A representação do machismo em Aves de Rapina

Durante o filme, Arlequina conhece três mulheres: Renee Montoya, Canário Negro e a Caçadora. Elas possuem o mesmo objetivo: recuperar o diamante que Cassandra Cain, uma garota, roubou de um vilão e engoliu. No entanto, elas também possuem outro fator em comum: o machismo

Renee Montoya é uma detetive frustrada. É muito inteligente e resolve rápido os problemas, mas como é uma mulher, quem recebe o crédito é o seu capitão. Montoya é rodeada por homens na delegacia em que trabalha, mas seus colegas não confiam nela. E o filme deixa claro que é por Montoya ser uma mulher.

A Canário Negro vive em um relacionamento não amoroso muito parecido com Arlequina em Esquadrão Suicida. Ela é submissa ao chefe (palavras de Arlequina, viu?), o criminoso Máscara Negra. É ele quem está em busca do diamante.

Já a Caçadora foi a única sobrevivente de um massacre em que toda a sua família morreu. Quando ela reaparece para vingá-los, fica evidente a surpresa dos assassinos e até mesmo dos policiais. Parecia impossível que uma mulher estivesse matando tanta gente.

Por causa dos atos do Máscara Negra, que se mostra um grande babaca e misógino, elas acabam virando amigas para salvar a garota Cassandra. Sim! Mulheres juntas são mais fortes. Um grande exemplo de sororidade

Sororidade é a união e aliança entre mulheres, baseado na empatia e companheirismo, em busca de alcançar objetivos em comum.”

Dicionário

A união entre as mulheres em Aves de Rapina

Se você já assistiu filmes de super-heróis, deve estar farta de ver homens salvando o mundo e todo esse blábláblá. Em Aves de Rapina é bem diferente. As mulheres se juntam para salvar uma garota tansa que roubou de alguém importante. 

Quando Arlequina passa a conhecer mais Cassandra Cain, a pequena ladra, algo nela muda. Embora a psicopatia não deixe de ser evidente (importante sinalizar que em momento algum é romantizado a vilania), Arlequina cria um afeto pela garota e isso a ajuda, e muito, a superar a perda que foi o relacionamento com o Coringa. E mais importante: Arlequina passa a se ver como uma pessoa que merece amar e ser amada. 

Um dos momentos mais legais do filme acontece entre Arlequina e Cassandra no supermercado. A garota pede para que Arlequina a ensine a ser que nem ela, uma mulher foda e independente, que faz compras onde quiser e faz o que bem entender. É uma cena maravilhosa e significativa.

Como um bom filme de super-herói, Aves de Rapina também conta com cenas de ação de tirar o fôlego. Mulheres fortes, inteligentes e lutando juntas, lado a lado. Eu pensei que nunca fosse assistir algo assim no cinema! Sim, assisti Capitã Marvel e a dor de cotovelo dos nerds está sendo igual com esse filme. 

Há uma cena na hora da ação que reforça muito a união entre as mulheres. Arlequina, em meio à socos e pancadas, oferece um elástico — SIM, UM ELÁSTICO DE CABELO — para a Canário Negro. Achei fantástico. Com certeza seria um empecilho para mim na hora da luta. Achei genial acrescentarem isso! 😉

Infelizmente, o filme está sendo injustiçado porque é muito mais fácil assistir a um homem que criou uma armadura para deixá-lo quase imortal do que mulheres com fortes habilidades em artes marciais — te lembra alguém?

Relacionamento abusivo e a independência de Arlequina

Uma das cenas finais, e que me deixou super emotiva, mostra Arlequina tentando salvar Cassandra Cain do Máscara Negra. Por isso, ela vai até a fábrica, a mesma onde ela se jogou nos químicos por causa do Coringa.

Lá, ela começava a ouvir as manipulações dele… E isso é triste. Só quem viveu em um relacionamento abusivo sabe como são as manipulações sobre a sua própria capacidade. Com Arlequina não é diferente. 

Salvar Cassandra Cain teve um significado ainda maior para ela. Foi naquele momento, ao decidir prosseguir — mesmo com as vozes dizendo que não seria capaz — que Arlequina firmou a sua independência

Faça um favor a si mesma: assista Aves de Rapina

Mesmo sendo um filme simplesmente maravilhoso, Aves de Rapina está com uma péssima bilheteria. Este foi um dos motivos que decidi escrever esse texto: o filme está sendo injustiçado demais e precisa ser defendido. E assistido, claro. 

O outro motivo expliquei no decorrer do texto, né? Saí da sala de cinema e anotei as mil ideias para vir aqui e compartilhar com vocês.

E se você já assistiu ao filme, me conta… Concorda comigo sobre os pontos? Bora conversar nos comentários! 🙂

5 2 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comments
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x